10 ago

Eu, você, dois filhos e um Gato? – Ali Dias

            Mês de agosto é lindo, apesar de não ter feriados, e parecer que dura 60 dias hahá. Além de mês do lindo dia de nascimento, é também dá visibilidade lésbica, e agora eu descubro que tem um dia do gato! S.O.S! Lá vem a Ali, com essas datas comemorativas novamente. Gente, perdoem a “gateira” e não desistam de mim?! Essas coisas que a vista de alguns olhos, são banais, servem para ilustrar coisas sérias. Nada melhor que o cotidiano para fazer-nos indagar sobre nossos questionamentos. 

            Então, dia 08 deste mês que eu já disse que é lindo, é dia de Internacional dos Gatos. Que combinação maravilhosa, vocês não acham? Eu sou fascinada pelo mundo felino, eu tenho um na casa de meus pais, e minha namorada tem cinco. Quase me considero aquela velha dos gatos do Simpsons, é muita loucura por gatos!

            Logo quando estreitamos os laços com a pessoa amada, pelo menos de um modo geral, a maioria das minhas amigas, possuem gatos. Não! Os gatos possuem elas! É a mais pura verdade que os bichanos escolhem seus “donos”. Há aquele ditado entre o “vale” que diz que a primeira representação de “filho” de um casal de meninas é um gatinho. Minha experiência por vários lares é dizer que a teoria existe na prática. Quem não viu um gato que é tratado como filho em uma casa de “sapas” que atire a primeira pedra.

            A maioria prefere gatos, mas também existem aquelas que são chegadas a um “dog”, e eles também são lindos, e, há ainda aquelas que preferem os dois, o que é estonteante, em um país na qual os animais não tem voz, nem vez. Mas isso é um debate para outrem. O que gostaria de validar aqui, é o que o bichano representa para um casal.

Quando minha namorada veio se instalar aqui na minha cidade, a primeira coisa que pensei para fazer companhia para ela quando eu não pudesse foi um felino. Foi amor à primeira vista, Bê chegou através de adoção, hoje é bravo e ranzinza, penso que pegou as manias da dona, que ela não saiba! Logo depois quando nos mudamos adotamos mais uma bichana e com ela vieram mais dois filhotinhos de uma gravidez indesejada hahá, e ainda ganhamos mais um que uma alma colocou embaixo do nosso portão.

Essa história longa de gatos, é para ilustrar que os nossos felinos são nossos filhos, ele nos liga como a um verdadeiro filho ligaria. Ele nos torna um casal com responsabilidades de ser “mãe”, e tudo que esta palavra implica. O símbolo dessa ligação, se chama amor. Qual seu símbolo de amor maternal no mundo zoo, com sua amante/namorada/esposa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: