10 jul

Nosso Deleite – Luar Poetisa

Se não quer que eu fale,

me cale,

em um beijo gostoso.

Logo após me seduza,

arranque minha blusa,

sem que eu espere.

Espere…

Me pegue de surpresa,

com certeza eu vou gostar.

 

Amar…

É o que me basta.

Arrasta,

para bem longe a tristeza.

E, sobre a mesa,

deixe esfriar o jantar.

Venha me amar.

 

Me tire do tédio absurdo.

Me leve para seu mundo,

onde eu gosto de estar.

 

Hoje não haverá pudores,

gargalhadas, gritos, horrores,

vamos nos soltar.

 

Me solto…

Me jogo em seus braços.

Olhares, sussurros e abraços.

Cheiro do deleite no ar.

 

Em corpos unidos nos aquietamos,

Nosso deleite estar por findar.

Por hora e horas nos amamos.

O sol não demorar a brilhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: